terça-feira, 22 de junho de 2010

Sempre cuidadosamente escolhido



Cada vez me apetece menos ler ficção, de modo que me impus uma quota: 1 por mês, at least. Assim sendo pousei um Žižek e um Cioran que já tinha na mão e trouxe este senhor.

3 comentários:

Pedro Ramires disse...

Fucking Great

Um dos três melhores romances que li o ano passado. Esse gajo tem uma voz, uma maneira própria de olhar, fascinante. Para além disso, tem alguns truquezinhos de escrita que apontei e copei com muito gosto. Muito gente se queixei da tradução mas, fora as gralhas, não notei grande coisa. Mas eu não percebo nada disso também.

Pedro Ramires disse...

Fucking Great

Um dos três melhores romances que li o ano passado. Esse gajo tem uma voz, uma maneira própria de olhar o mundo, fascinante. Para além disso, tem alguns truquezinhos de escrita que apontei e copei com muito gosto. Muito gente se queixou da tradução mas, fora as gralhas, não notei grande coisa. Mas eu não percebo nada disso também.

rui disse...

he pá, tenho mesmo que arrancar com ele.